Sonho com minha mãe falecida, numa siesta do meio dia

Conte seus sonhos, vamos ajudar a decifra-los.
Avatar do usuário
Xevious
Administrador
Administrador
Mensagens: 430
Registrado em: Ter Mai 06, 2008 2:01 am
De onde voce vem?: Da Singularidade
Gender:
Brazil

Sonho com minha mãe falecida, numa siesta do meio dia

Mensagempor Xevious » Qua Set 27, 2017 4:26 pm

Tenho dormido muito pouco, estou acordando mais cedo do que antes, pois mudei de lugar do trabalho e também é a semana de trabalhos e provas da faculdade e acabo dormindo muito tarde.
Tenho duas horas de intervalo no almoço.
E minha filha mora perto do trabalho.
Então ontem (26/09/17) estava com muito sono e decidi ir lá dormir no horário do meio dia.
Tirar uma siesta como dizem os mexicanos.
Não cheguei a dormir de verdade, fiquei naquele estado de vigília, também conhecido como estado Alfa.
E tive vários sonhos.
Num deles apareceu minha mãe já falecida.
Ela estava muito bem e inteira, antes de falecer tinha amputado uma perna devido a diabetes.
Depois de abraça-la, perguntei como que ela veio.
Ela me falou que conversou com vários e consegui permissão para vir.
E que ela tinha que me dar um recado, sobre as coisas que estão acontecendo.
Mas eu falei que tinha que voltar para o trabalho.
E perguntei quando que poderia falar com ela denovo.
Ela falou "iria ficar por aqui".
Estava numa sala de um apartamento grande, com um visual que lembrava madeira.
Não era o apartamento da minha filha.
Então fui embora.
Mas me dei conta que não tinha ido, continuava no apartamento.
Então concluí que estava ainda sonhando.
Então acordei.
E não sei ainda sobre oque que ela queria me dar o recado.
Se era sobre as coisas que estariam acontecendo no mundo, ou se era sobre algo da nossa familha.
Ultimamente eu e minha esposa temos tido brigas diariamente.
Também concluí que o lugar que ela estaria, seria é no meu sonho.
Eu amo a Dayse, a mulher da minha vida

Avatar do usuário
Xevious
Administrador
Administrador
Mensagens: 430
Registrado em: Ter Mai 06, 2008 2:01 am
De onde voce vem?: Da Singularidade
Gender:
Brazil

Re: Sonho com minha mãe falecida, numa siesta do meio dia

Mensagempor Xevious » Qua Set 27, 2017 4:26 pm

Fui novamente lá no apartamento da minha filha e dormi novamente.
No meu sonho eu já estava retornando para o serviço e ao cruzar uma praça minha mãe veio e me falou.
Não se esquece do .. mas não me lembro que era.
E eu falei, claro..
Pelo que me lembro era uma única palavra, talvez começasse com P ou B e era uma gíria.
Na hora não me pareceu algo de muito importância.

Também vieram minhas duas filhas.
E eu falei, voces sabem quem esta aqui?
Aí eu peguei a mão delas e coloquei na minha mãe e elas sentiram.
Elas não a viam mas sentiam pelo tato.
E falei, tenho que voltar ao trabalho.
Deixei elas lá conversando, ou tentando pelo menos.
E ao continuar o deslocamento para o serviço, na verdade eu acordei.

Uma curiosidade, uma das minhas filhas estava dormindo no outro quarto na mesma hora.

Mais outra curiosidade, hoje é a data de falecimento da minha mãe
Eu amo a Dayse, a mulher da minha vida
Avatar do usuário
Xevious
Administrador
Administrador
Mensagens: 430
Registrado em: Ter Mai 06, 2008 2:01 am
De onde voce vem?: Da Singularidade
Gender:
Brazil

Re: Sonho com minha mãe falecida, numa siesta do meio dia

Mensagempor Xevious » Sex Set 29, 2017 4:17 pm

Hoje fui lá denovo e novamente sonhei.
Mas como dessa vez foi por menos tempo e ainda acabei acordando algumas vezes, talvez possa ser por isto que ela não apareceu.
Me lembro de ter sonhado duas vezes, uma indo entrar no edifício que minha filha morava e noutro saindo.
O apartamento que não é o dela, mas no sonho era, todas as 3 vezes.
Antes de entrar eu tava irritado com cera no ouvido e eu enfiei o dedo e o dedo parece que entrou bem mais que o normal, como que tivesse encontrado um lugar entre os ossos e entrado.
Ao sair tava sujo de cera, vi um pano na entrada do edifício e limpei o dedo.
Mas era o cobertor de um mendigo que ficou brabo.
Aí resolvi dar uma moeda pra ele, meti a mão no bolso achei uma moeda de 50 centavos e fui dar.
Nesta hora chegou outro mendigo pra falar com ele.
Aí eu decidi não dar.
E o mendigo ficou brabo com o outro, porque sabia que se ele não tivesse ali eu teria dado o dinheiro.
Então entrei na portaria, e não me lembro mais.

O outro sonho, só me lembro de estar saíndo, pouca coisa mais e logo acordei.
Eu amo a Dayse, a mulher da minha vida


Voltar para “Jardim dos sonhos”

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 2 visitantes